quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Selvagens Cães de Guerra (1978) – Lealdade e coleguismo em um inesquecível filme de ação.


Lançado nos cinemas brasileiros a 19 de setembro de 1978, SELVAGENS CÃES DE GUERRA/The Wild Geese segue basicamente a mesma temática de outra obra ao estilo, Os Doze Condenados, dirigido por Robert Aldrich em 1967, e também de exemplar similar, A Águia Pousou, realizado em 1976 por John Sturges, cuja ênfase do cavalheirismo e da lealdade são muito bem retratadas.

O Diretor Andrew V. Maclaglen
O Cineasta Maclaglen com um oficial que serviu de consultor técnico durante as filmagens.
Só que ao contrário das fitas de Aldrich e Sturges, cuja ação se passa durante a II Guerra, a trama aqui transcorre em 1977, período com um cenário político mundial bem agitado. A derrota no Vietnã, os problemas internos financeiros com consequências globais, e ainda alguns fracassos da política externa e as guerras no Oriente Médio se intensificando. E em 1979, a Revolução iraniana encerrando a década com mais um choque do petróleo e a perpetuação do sentimento de instabilidade. O cineasta Andrew V. Maclaglen (1920-2014), que foi um mestre em filmes de ação, utilizou muito bem dos recursos então presentes em todo este panorama sócio-político ao rodar esta sensacional aventura de guerra, onde o pano de fundo político soou que profético, dando credibilidade e seriedade ao enredo.

Richard Burton é o Coronel Allen Faulkner, mercenário "cão de guerra"
A trama é protagonizada por ex-soldados que participaram do conflito do Vietnã e de outras ações de combate. Tais soldados após cumprirem com suas obrigações militares partiram para novos rumos. Uns se tornaram pessoas bem sucedidas. Outros andarilhos. Outros que já vinham de uma vida militar ativa se reformaram. Contudo, há aqueles que mesmo em tempos de paz, oferecem seus serviços como mercenários, “soldados da fortuna”.  É o caso do Coronel Allen Faulkner (Richard Burton, 1925-1984), que semelhante ao Major Reisman de Os Doze Condenados, é avesso às regras. Reformado e não restando a ele outras opções, Faulkner é um veterano “cão de guerra” que oferece seus serviços para quem possa pagar seu preço.

Stewart Granger é o banqueiro Sir Edward Matherson - vil e inescrupuloso
Winston Ntshona é o Presidente Limbani
Faulkner é logo contratado por um banqueiro, o inglês Sir Edward Matherson (Stewart Granger, 1913-1993). De temperamento individualista e antissocial, Matherson contrata Faulkner para resgatar o presidente deposto de um Estado centro-africano, Julius Limbani (Winston Ntshona), preso por um ditador corrupto, afim de o recolocar no poder, a troco de um contrato de exploração de minério de cobre. Apesar de retribuir a hostilidade de Matherson de igual proporção, Faulkner aceita a missão, e começa a formar um bem treinado esquadrão, a maioria de ingleses. A iniciar por dois companheiros de aventuras nos outrora tempos de conflito, como Shawn Flynn (Roger Moore), tenente da brigada inglesa que vive em Londres como informante e espião de dois lados de facções criminosas, mas que faz suas próprias regras quando se sente ameaçado ou enganado. Suas funções ainda dão tempo para aventuras amorosas.

Roger Moore é o Shawn Flynn, autêntico mercenário de guerra
Shawn Flynn em ação
Flynn tem treinamento sólido de combate e desconhece o medo, e enfrenta o traficante Sonny Martinelli, vivido por David Ladd, filho de Alan Ladd. A justiça implacável de Shawn faz com que Sonny, filho de um grande chefão do crime, prove de seu próprio remédio, isto é, Flynn obriga Sonny a consumir um quilo de cocaína, quando percebeu que foi enganado e usado para transportar drogas, pois Shawn é avesso a qualquer negócio ligado a entorpecentes. Sonny morre e a cabeça de Flynn é logo posto a prêmio.

Richard Harris é Rafer Janders, experiente em combate que só aceita a missão por causa do filho

Mais sossegado é o segundo amigo e velho companheiro de Faulkner, o capitão Rafer Janders (Richard Harris, 1930-2002), divorciado e que mora com o filho, Emile (Paul Spurrier). Faulkner vai até a sua casa e o convida para a missão. De início, ele não aceita participar dela, mas depois, vendo que a ação pode render uma boa grana e ajudar na educação do filho, evitando que este fique na guarda da ex-mulher, ele reconsidera, porém com uma condição: que se ele morrer na missão e se Faulkner sobreviver a ela, que este cuide do seu filho.

Shawn e Faulkner
Hardy Kruger é Pieter Coetzee, oficial sul africano que odeia negros
Contudo, Faulkner e Janders não podem iniciar o resgate do Presidente Limbani sem Shawn Flynn, caçado pelos chefões do crime organizado, e logo os dois tratam de salvar a vida deste, que com muita dificuldade, conseguem derrotar os criminosos. Feito isso, Shawn entra em contato com o tenente sul-africano Pieter Coetzee (Hardy Kruger), amigo seu especialista em resgates, que o reencontra como dono de um Pub. Shawn explica toda a situação para Coetzee, que aceita a tarefa, apesar de sua aversão aos negros, sabendo que terá que resgatar um chefe de estado negro em um território do centro da África. Logo, Coetzze se une a Faulkner e a Janders.

Começa a convocação dos mercenários
Faulkner visita Sandy Young, sargento reformado, convidando para treinar os voluntários.
Sargento Sandy Young, vivido por Jack Watson
Inicia-se a convocação de voluntários para uma missão de proporções no mínimo suicidas. Ex- combatentes que agora se dedicam a outras atividades, onde entre eles estão um médico gay (Kenneth Griffith, 1921-2006), um pugilista profissional (Ronald Frazer, 1930-1997), e um negro desempregado seguidor do estilo black power hair, muito em moda nos anos de 1970. Para treina-los, o Coronel Faulkner convida o sargento reformado Sandy Young (Jack Watson, 1915-1999), que vive para sua esposa e seu jardim. Ele aceita de bom gado o convite e ainda se voluntaria para embarcar com o grupo para a arriscada missão. Ao todo, 55 mercenários Cães de Guerra voluntários partem para a difícil e perigosa ação de resgate.

Os Planos
Já em território inimigo

Faulkner e seus homens partem rumo à África, em um avião alugado pelo banqueiro Edward Matherson para com esta finalidade. Chegando ao território, Faulkner e seu grupo saltam de paraquedas na área e procuram executar a arriscada missão. Eles são bem sucedidos no resgate a Limbani, embora este seja ferido durante a operação. Contudo, quando o grupo acha que a missão estava cumprida, e Faulkner e seus homens esperam que o mesmo avião que os trouxera pousasse no território para leva-los volta, no último segundo o piloto recebe ordens para seguir voo. Edward Matherson os traíra.


A Operação de resgate

Abandonados a própria sorte em território hostil governado por um ditador, Faulkner, Shawn, e Janders, verdadeiros Selvagens Cães de Guerra, não tem alternativa a não ser improvisar. A ação dificulta principalmente quando o Presidente Limbani, muito debilitado pelo tiro que levou, precisa ser amparado. Faulkner encarrega a Coetzee proteger o Chefe de Estado, uma tarefa nada agradável para um homem que tem aversão aos negros, contudo ele vai se sensibilizando a medida que a luta pela sobrevivência se torna mais acirrada. Coetzee acaba morrendo ao salvar a vida de Limbani.


Coetzee tentando salvar a vida de Limbani
Após outros confrontos contra os soldados do ditador e baixas no grupo do Coronel Faulkner, este juntamente com Janders e Shawn chegam a um vilarejo onde existe uma missão católica, presidida pelo Padre Geoghagen (Frank Finlay), um religioso que tem aversão a Faulkner e seus homens, mas que tem consideração com Rafer Janders, que é o porta-voz do grupo. O padre lembra que o único avião próximo ao vilarejo fica a cerca de 10 km e esta vigiado pelos homens do ditador, o único veículo que pode leva-los de volta para casa.  Entretanto, para chegar até o avião, o padre cede um veículo para o grupo. Quando chegam ao local, mais confrontos, pois os homens de Faulkner terão que abater alguns soldados do ditador para alcançar o avião, mas homens do grupo do coronel também são abatidos e mortos. É dramática a ansiedade dos homens de Faulkner tentar chegar a aeronave, tendo que enfrentar os milhares de soldados do ditador na tentativa tétrica de sair do território.

O Padre Geoghagen, vivido por Frank Finlay
Faulkner no comando. Alguns dos seus mercenários já tombaram. O inimigo esta a vista...
Soldados do ditador, eles são em maior número.
Shawn, que é piloto, consegue chegar ao avião e dar a partida para decolar o voo, mas falta Faulkner e Janders, juntamente com outros companheiros sobreviventes, alcançarem o veículo. No último instante, faltando apenas Janders subir ao avião, este é alvejado na perna quando corre em direção ao voo. Sem condições de pegar o avião, Janders pede a Faulkner que o liquide de vez, não restando ao coronel seguir o código de honra dos Selvagens Cães de Guerra, evitando assim que o parceiro fosse capturado vivo, pois certamente seria torturado pelos homens do ditador. Devido ao ferimento, Limbani não resiste e acaba morrendo durante o regresso.resiste e acaba morrendo no av_____________________________________________________________________________________________

Flynn e Janders
Faulkner já abordo no avião, com Shawn Flynn como piloto, tenta cobrir o amigo Janders...
Mas infelizmente, é alvejado na perna, e não podendo prosseguir, pede a Faulkner que o mate.
O verdadeiro vilão da trama não ficaria sem punição, Matherson. A pior coisa para Faulkner não foi precisamente a traição em si, mas o fato de que muitos dos voluntários, com suas famílias, esposas, e filhos, ficaram sem seus entes queridos, e precisavam ser ressarcidos. Uma noite, sob a cobertura de Shwan, Faulkner invade a mansão de Edward Matherson e o domina. Cobra o valor prometido a ele e a seus homens, quase todos mortos, mas que servirá para cobrir o prejuízo às famílias, vítimas da ganância de um ser individualista, perverso, e antissocial. Sem pensar duas vezes, Faulkner, com sua pistola automática com silenciador, atira e mata Matherson. Conforme prometeu ao amigo Janders, Faulkner adotou seu filho, Emile.

O desprezível Sir Edward Matherson
"Faça sua última Jogada" - diz Faulkner a Matherson.
LP com a trilha do filme OS SELVAGENS CÃES DE GUERRA, cujo destaque é a canção Flight on the Wild Geese, interpretada por Joan Armatrading.
SELVAGENS CÃES DE GUERRA foi extraído do romance The Wild Geese, de autoria de Daniel Carney (1944-1987), outrora um policial inglês na África do Sul, e adaptado por Reginald Rose (1920-2002), roteirista de Doze Homens e uma Sentença, de 1957. Uma história de lealdade, amizade, e de cavalheirismo, bem aos moldes de John Ford, onde o cineasta Andrew V. Maclaglen (que foi seu discípulo, e filho do ator Victor MacLaglen) soube muito bem retratar. Do começo ao fim, todos os homens de Faulkner se ajudam mutuamente, apesar de todas as adversidades que encontram pela frente, Um elenco de veteranos. Richard Burton já havia feito dez anos antes uma suntuosa aventura de guerra, O Desafio das Águias, que de mesmo modo em Os Selvagens Cães de Guerra, teve que se estimular fisicamente para o papel (Em 1977, ano em que o filme estava em produção, Burton tinha 53 anos, mas já aparentava bem mais devido aos problemas com o álcool, que acabariam por mata-lo de cirrose hepática em 1984). Roger Moore estava no auge do sucesso, pois durante a produção de Os Selvagens Cães de Guerra, ele já era oficialmente James Bond 007, havendo estrelado três filmes como o personagem. Richard Harris, talentoso ator irlandês, que teve altos e baixos na carreira, ainda era um grande nome no cinema internacional. O eterno herói dos filmes Capa e Espada, como Scaramouche (1953), e O Prisioneiro de Zenda (1952), Stewart Granger, personifica muito bem o vilão, talvez um dos mais asquerosos que o cinema já tivesse apresentado em seus cem anos de história. A trilha sonora foi composta por Roy Budd (1947-1993), e a inesquecível e bela canção Flight On The Wild Geese, interpretada por Joan Armatrading. No Brasil, foi lançada versão em DVD com a metragem original reduzida, dos 135 minutos originais para 105 minutos. 

Roger Moore


FICHA TÉCNICA
SELVAGENS CÃES DE GUERRA
GÊNERO- AVENTURA/GUERRA
ANO – 1978
PAÍS – INGLATERRA
DIREÇÃO – ANDREW V. MACLAGLEN
DURAÇÃO - 135 MINUTOS/105 NA VERSÃO EM DVD NO BRASIL
PRODUÇÃO DA WARNER BROTHERS
ELENCO
Richard Burton – Coronel Allen Faulkner
Roger Moore – Tenente Shawn Flynn
Richard Harris – Capitão Rafer Janders
Hardy Kruger – Tenente Pieter Coetzee
Stewart Granger – Sir Edward Matherson
Winston Ntshona – Presidente Julius Limbani
Jack Watson – Sargento Sandy Young
Frank Finlay – Padre Geoghagen
Barry Foster - Thomas Balfour
Ronald Freazer - Jock McTaggart
Paul Spurrier – Emile Janders
David Ladd- Sonny Martinelli
Jeff Corey – Senhor Martin

PRODUÇÃO E PESQUISA DE PAULO TELLES

Outras Matérias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...